Promoção!

O AMOR DE UMA BOA MULHER

15.44 


José Miguel Silva
9789727089932
2008
266
15,3 x 23,3 cms
Capa Mole
440 gr

A maioria dos contos deste livro desenrola-se em localidades de Ontário, no Canadá, onde a autora vive. Mulheres de todas as idades protagonizam as suas histórias. Ainda que os detalhes variem, todas compartilham a mesma necessidade de experimentar a paixão e alcançar a liberdade. Alice Munro escreve sobre a ansiedade da adolescência, a difícil relação entre pais e filhos, as dimensões do amor filial e romântico e as transformações que estes sofrem com a idade. Escreve também sobre a enfermidade e a morte.
Os contos de Alice Munro condensam vidas inteiras em poucas páginas. Utilizando uma prosa directa e aparentemente simples, a autora constrói estruturas narrativas de grande complexidade.

«As histórias de Alice Munro (…) são extraordinárias na medida em que contêm em si vidas inteiras (que poderiam ter assumido a forma de romances) nos breves espaços de contos. Descreve de forma única os ritmos quotidianos.»
A. S. Byatt, Globe e Mail

«Uma colecção fascinante (…), um livro admirável. As histórias de Alice Munro atravessam os anos com uma graciosidade oculta.»
Georgia Jones-Davis, San Francisco Chronicle

«Ninguém consegue escrever de forma tão convincente sobre “o progresso do amor” como Alice Munro (…). Surge como um dos colossos vivos do conto moderno, e o seu realismo tchékhoviano, o seu profundo conhecimento psicológico e o seu sentimento instintivo da aritmética emocional da vida quotidiana têm deixado uma marca inde- lével na escrita contemporânea.»
The New York Times


A maioria dos contos deste livro desenrola-se em localidades de Ontário, no Canadá, onde a autora vive. Mulheres de todas as idades protagonizam as suas histórias. Ainda que os detalhes variem, todas compartilham a mesma necessidade de experimentar a paixão e alcançar a liberdade. Alice Munro escreve sobre a ansiedade da adolescência, a difícil relação entre pais e filhos, as dimensões do amor filial e romântico e as transformações que estes sofrem com a idade. Escreve também sobre a enfermidade e a morte.
Os contos de Alice Munro condensam vidas inteiras em poucas páginas. Utilizando uma prosa directa e aparentemente simples, a autora constrói estruturas narrativas de grande complexidade.

«As histórias de Alice Munro (…) são extraordinárias na medida em que contêm em si vidas inteiras (que poderiam ter assumido a forma de romances) nos breves espaços de contos. Descreve de forma única os ritmos quotidianos.»
A. S. Byatt, Globe e Mail

«Uma colecção fascinante (…), um livro admirável. As histórias de Alice Munro atravessam os anos com uma graciosidade oculta.»
Georgia Jones-Davis, San Francisco Chronicle

«Ninguém consegue escrever de forma tão convincente sobre “o progresso do amor” como Alice Munro (…). Surge como um dos colossos vivos do conto moderno, e o seu realismo tchékhoviano, o seu profundo conhecimento psicológico e o seu sentimento instintivo da aritmética emocional da vida quotidiana têm deixado uma marca inde- lével na escrita contemporânea.»
The New York Times

REF: 1702138 Categorias: ,