Promoção!

RAPARIGAS DA PROVÍNCIA

16.00 € 14.40 €


Margarida Periquito
9789896411763
06/10
224
15,3 x 23,3 cms
Capa Mole
378 gr

Início dos anos sessenta numa vila rural da Irlanda. Caithleen Brady e a sua atraente amiga Baba, duas raparigas a tornarem-se mulheres, querem abrir asas para o mundo, descobrir o amor e o luxo e o álcool; querem, acima de tudo, diverrir-se.
Com uma inocência travessa, astutas ainda que inexperientes, as duas raparigas deixam a escola do convento e chegam às luzes brilhantes de Dublin, onde Caithleen descobre que amantes meigos e ideais raramente existem no mundo real.
«O’Brien paira no ar claro como uma cotovia, e canta como voa.»
[Literary Review]
«Um livro impressionante: vigoroso, contido, cheio de emoção e escrito com as proporções certas de diálogos elípticos, e de descrições pormenorizadas.
Violência, ódio e conflito fazem avançar a história com grande urgência, uma urgência que dá vontade de ler este livro de uma assentada.» [Mail on Sunday]
«Este livro é um estudo refinado das paixões primitivas e de vidas marginais paradas no tempo… A mestria literária de Edna O’Brien no seu território continua indisputada. E a autora mantém o seu ouvido absoluto para diálogos rurais: as emoções inarticuladas, o humor ressentido.»
[Sunday Express]
«Incontestavelmente grande.» [Los Angeles Times]
«A maior escritora irlandesa… comovente, sombria e sedutora.»
[Tatler]


Início dos anos sessenta numa vila rural da Irlanda. Caithleen Brady e a sua atraente amiga Baba, duas raparigas a tornarem-se mulheres, querem abrir asas para o mundo, descobrir o amor e o luxo e o álcool; querem, acima de tudo, diverrir-se.
Com uma inocência travessa, astutas ainda que inexperientes, as duas raparigas deixam a escola do convento e chegam às luzes brilhantes de Dublin, onde Caithleen descobre que amantes meigos e ideais raramente existem no mundo real.
«O’Brien paira no ar claro como uma cotovia, e canta como voa.»
[Literary Review]
«Um livro impressionante: vigoroso, contido, cheio de emoção e escrito com as proporções certas de diálogos elípticos, e de descrições pormenorizadas.
Violência, ódio e conflito fazem avançar a história com grande urgência, uma urgência que dá vontade de ler este livro de uma assentada.» [Mail on Sunday]
«Este livro é um estudo refinado das paixões primitivas e de vidas marginais paradas no tempo… A mestria literária de Edna O’Brien no seu território continua indisputada. E a autora mantém o seu ouvido absoluto para diálogos rurais: as emoções inarticuladas, o humor ressentido.»
[Sunday Express]
«Incontestavelmente grande.» [Los Angeles Times]
«A maior escritora irlandesa… comovente, sombria e sedutora.»
[Tatler]

REF: 1702180 Categoria: