Promoção!

PELA ESTRADA FORA

21.00  18.90 


Armanda Rodrigues, Margarida Vale de Gato
9789896412166
02/11
344
15,3 x 23,3 cms
Capa Mole
540 gr

«Quero uma vida inteira a escrever sobre o que vi com os meus próprios olhos, contando tudo com as minhas próprias palavras, de acordo com o estilo que escolher, tenha vinte e um, trinta, quarenta anos, ou qualquer idade ainda mais avançada, e juntando tudo, como um registo de história contemporânea, para que no futuro seja possível ver o que realmente aconteceu e o que as pessoas realmente pensavam.» [Jack Kerouac, a seu pai Leo]

«Para as adolescentes, ele foi o poeta louco, o primeiro amor que nunca esqueceram, com a sua conversa sobre boleias em comboios de carga e carros, estrada fora. Kerouac criou um herói de estilo mo- derno em Pela Estrada Fora; inventou a geração Beat, originou um estilo de viver e um estilo de escrever.» [The Guardian]

«A primeira exploração clara da prosa romântica americana desde Hemingway, cheia de louca comédia sexual, de belas passagens de viagem e de longas evocações líricas da infância da América e memórias de adolescência.» [Richard Holmes, em The Times (Londres)]

«Energia poética espontânea… comemorativa e desafiadora»
[Malcolm Bradbury]


«Quero uma vida inteira a escrever sobre o que vi com os meus próprios olhos, contando tudo com as minhas próprias palavras, de acordo com o estilo que escolher, tenha vinte e um, trinta, quarenta anos, ou qualquer idade ainda mais avançada, e juntando tudo, como um registo de história contemporânea, para que no futuro seja possível ver o que realmente aconteceu e o que as pessoas realmente pensavam.» [Jack Kerouac, a seu pai Leo]

«Para as adolescentes, ele foi o poeta louco, o primeiro amor que nunca esqueceram, com a sua conversa sobre boleias em comboios de carga e carros, estrada fora. Kerouac criou um herói de estilo mo- derno em Pela Estrada Fora; inventou a geração Beat, originou um estilo de viver e um estilo de escrever.» [The Guardian]

«A primeira exploração clara da prosa romântica americana desde Hemingway, cheia de louca comédia sexual, de belas passagens de viagem e de longas evocações líricas da infância da América e memórias de adolescência.» [Richard Holmes, em The Times (Londres)]

«Energia poética espontânea… comemorativa e desafiadora»
[Malcolm Bradbury]

REF: 1702190 Categoria: