Promoção!

O SALTEADOR

11.81 


Leopoldina Almeida
9789727087167
2003
196
13,8 x 21 cms
Capa Mole
254 gr

Robert Walser nasceu a 15 de Abril de 1878 em Bienne, no cantão de Berna. Logo a seguir à escola secundária, tornou-se aprendiz da sucursal em Bienne da Banque Cantonale Bernoise e depois escriturário em Basileia. Em Zurique, esteve empregado em mais alguns bancos. Entretanto, começou a escrever e dedicou-se à profissão de escritor. Ingressou no asilo de Herisau por razões de doença. Morreu a 25 de Dezembro de 1956 durante um passeio solitário.
Robert Walser considerava-se um «romancista artesanal» e os seus textos «fragmentos de uma longa história realista sem acção». Foi muito tempo ignorado pelo público, apesar do reconhecimento que obteve de autores como Kafka, Musil ou Elias Canetti. Mas nas últimas décadas tornou-se uma das referências da literatura europeia dos séculos XX e XXI. Traduzido em numerosas línguas, permanece apesar disso discreto e inclassificável, cúmplice da vida interior de quem o descubra.
O Salteador foi escrito em 1925 e editado pela primeira vez em 1972.

«O Walser conhece-me? Eu não o conheço, mas conheço Jakob von Gunten, um bom livro.»
Franz Kafka

«Estas histórias são de uma delicadeza totalmente inabitual, isso, todos o entendem. O que nem todos vêem, é que estas histórias contêm não a tensão nervosa de uma vida decadente, mas a atmosfera pura e vivaz da convalescença.»
Walter Benjamin

«[…] não um jogo literário, mas um jogo humano, cheio de agilidade, de devaneios, de liberdade e que oferece toda a riqueza moral desses dias de ociosidade, aparentemente inúteis, em que as nossas convicções mais firmes se desfazem numa agradável indiferença.»
Robert Musil


Robert Walser nasceu a 15 de Abril de 1878 em Bienne, no cantão de Berna. Logo a seguir à escola secundária, tornou-se aprendiz da sucursal em Bienne da Banque Cantonale Bernoise e depois escriturário em Basileia. Em Zurique, esteve empregado em mais alguns bancos. Entretanto, começou a escrever e dedicou-se à profissão de escritor. Ingressou no asilo de Herisau por razões de doença. Morreu a 25 de Dezembro de 1956 durante um passeio solitário.
Robert Walser considerava-se um «romancista artesanal» e os seus textos «fragmentos de uma longa história realista sem acção». Foi muito tempo ignorado pelo público, apesar do reconhecimento que obteve de autores como Kafka, Musil ou Elias Canetti. Mas nas últimas décadas tornou-se uma das referências da literatura europeia dos séculos XX e XXI. Traduzido em numerosas línguas, permanece apesar disso discreto e inclassificável, cúmplice da vida interior de quem o descubra.
O Salteador foi escrito em 1925 e editado pela primeira vez em 1972.

«O Walser conhece-me? Eu não o conheço, mas conheço Jakob von Gunten, um bom livro.»
Franz Kafka

«Estas histórias são de uma delicadeza totalmente inabitual, isso, todos o entendem. O que nem todos vêem, é que estas histórias contêm não a tensão nervosa de uma vida decadente, mas a atmosfera pura e vivaz da convalescença.»
Walter Benjamin

«[…] não um jogo literário, mas um jogo humano, cheio de agilidade, de devaneios, de liberdade e que oferece toda a riqueza moral desses dias de ociosidade, aparentemente inúteis, em que as nossas convicções mais firmes se desfazem numa agradável indiferença.»
Robert Musil

Esgotado

REF: 1702104 Categoria: