Promoção!

CRÓNICAS DO MAL DE AMOR

18.50  16.65 


Margarida Periquito, Maria do Carmo Abreu, Miguel Serras Pereira
9789896414382
2014
392
15,3 x 23,3 cms
Capa Mole
504 gr

The Lost Daughter na Netflix
O filme, com realização de Maggie Gyllenhaal, apontado como um possível candidato aos Óscares, venceu no Festival de Cinema de Veneza de 2021 o Prémio Osella de Ouro para Melhor Argumento. Com a vencedora do Oscar Olivia Colman (The Crown), Dakota Johnson, Jessie Buckley, Peter Sarsgaard, Paul Mescal (Pessoas Normais), Oliver Jackson-Cohen (O Homem Invisível), Ed Harris e Dagmara Domińczyk (Succession).

Esta colectânea inclui as novelas:
. Um Estranho Amor
. Os Dias do Abandono
. A Filha Obscura

«Ferrante disse que gosta de escrever histórias “em que a escrita é clara, honesta, e em que os factos — os factos da vida normal — prendem extraordinariamente o leitor”. Com efeito, a sua prosa possui uma clareza despojada, e é muitas vezes aforística e contida […]. Mas o que os seus primeiros romances têm de electrizante é que, ao acompanhar complacentemente as situações desesperadas das suas personagens, a própria escrita de Ferrante não conhece limites, está ansiosa por levar cada pensamento para diante, até à sua mais radical conclusão, e para trás, até à sua mais radical origem. Isto é sobretudo óbvio na forma destemida como os seus narradores femininos pensam sobre filhos e sobre maternidade.»   [Do Prefácio de James Wood]


«Ferrante disse que gosta de escrever histórias “em que a escrita é clara, honesta, e em que os factos — os factos da vida normal — prendem extraordinariamente o leitor”. Com efeito, a sua prosa possui uma clareza despojada, e é muitas vezes aforística e contida […]. Mas o que os seus primeiros romances têm de electrizante é que, ao acompanhar complacentemente as situações desesperadas das suas personagens, a própria escrita de Ferrante não conhece limites, está ansiosa por levar cada pensamento para diante, até à sua mais radical conclusão, e para trás, até à sua mais radical origem. Isto é sobretudo óbvio na forma destemida como os seus narradores femininos pensam sobre filhos e sobre maternidade.»

Do Prefácio de James Wood

REF: 1760093 Categoria: