Promoção!

BIG SUR

15.15  13.64 


Paulo Faria
9789727085347
1999
292
15,3 x 23,3 cms
Capa Mole
374 gr

«Esta fecunda escrita natural, não tem semelhante na última metade do séc. XX, é uma síntese de Proust, Céline, Thomas Wolfe, Hemingway, Genet, Thelonious Monk, Bashô, Charlie Parker e da própria compreensão do sagrado de Kerouac.
Big Sur é uma humana, exacta narrativa da espantosa devastação causada pelo delirium tremens alcoólico de Kerouac, um romancista excepcional que forçou os seus limites, uma proeza que poucos escritores tão atormentados realizaram (…). Aqui encontramos a S. Francisco dos poetas, e reconhecemos o herói Dean Moriarty dez anos depois de Pela Estrada Fora. Jack Kerouac era um “autor”, como o seu grande igual W. S. Burroughs disse, e aqui, no cume do seu genial temperamento sofredor, escreveu através da dor para acabar no brilhante poema final “O Mar”, nos alucinatórios sons do oceano Pacífico em Big Sur.»

Allen Ginsberg, 10-10-91, N. Y. C.


«Esta fecunda escrita natural, não tem semelhante na última metade do séc. XX, é uma síntese de Proust, Céline, Thomas Wolfe, Hemingway, Genet, Thelonious Monk, Bashô, Charlie Parker e da própria compreensão do sagrado de Kerouac.
Big Sur é uma humana, exacta narrativa da espantosa devastação causada pelo delirium tremens alcoólico de Kerouac, um romancista excepcional que forçou os seus limites, uma proeza que poucos escritores tão atormentados realizaram (…). Aqui encontramos a S. Francisco dos poetas, e reconhecemos o herói Dean Moriarty dez anos depois de Pela Estrada Fora. Jack Kerouac era um “autor”, como o seu grande igual W. S. Burroughs disse, e aqui, no cume do seu genial temperamento sofredor, escreveu através da dor para acabar no brilhante poema final “O Mar”, nos alucinatórios sons do oceano Pacífico em Big Sur.»

Allen Ginsberg, 10-10-91, N. Y. C.

REF: 1702082 Categoria: