Planeamento Editorial

Planeamento Editorial para Divulgação 2018

Junho

1. Breves Notas sobre Literatura-Bloom, de Gonçalo M. Tavares
2. Confabulações, de John Berger
3. Mrs Osmond, de John Banville (a continuação de Retrato de Uma Senhora, de Henry James, pelo vencedor do Man Booker Prize)
4. Nunca Dancei num Coreto — Crónicas, de Maria Filomena Mónica

 

Julho

1. As Farpas, de Eça de Queiroz (org. de Maria Filomena Mónica)
2. Cartas a Milena, de Franz Kafka
3. Desaparecer na Escuridão, de Michelle McNamara (um policial baseado em factos reais, com introdução de Gillian Flynn e que será brevemente adaptado a série de televisão pela HBO)
4. A Terra de Naumãn, de H. G. Cancela
5. Ternos Guerreiros, de Agustina Bessa-Luís
6. Últimos Escritos, de Lev Tolstoi
7. Viagens, de Virginia Woolf
8 Vidas Escritas, de Javier Marías
9. Juro não Dizer nunca a Verdade, de Javier Marías

 

Setembro
1. Um Bailarino na Batalha, de Hélia Correia
2. As Estações da Vida, de Agustina Bessa-Luís
3. Livro da Dança, de Gonçalo M. Tavares
4. Suite e Fuga, de Rui Nunes
5. Quando os Tontos Mandam, de Javier Marías
6. No Verão, de Karl Ove Knausgård
7. Tens de Mudar de Vida, de Peter Sloterdijk
8. As Variedades da Experiência Religiosa, de William James
9. Viver, de Yu Hua
10. O Pangolim e Outros Poemas, de Marianne Moore
11. Assimetria, de Lisa Halliday
12. A Ciência do Interstellar, de Kip S. Thorne (a ciência por detrás do filme Interstellar, pelo vencedor do Nobel da Física de 2017)
13. Ressurreição, de Lev Tolstoi

 

Outubro
1. A História, de Elsa Morante
2. Vento, Areia e Amoras Bravas — Dentes de Rato — II Parte, de Agustina Bessa-Luís
3. O Hóspede de Job, de José Cardoso Pires
4. Gehen, Ging, Gegangen (título original), de Jenny Erpenbeck (nomeada para o Man Booker International Prize 2018)
5. A Chama, de Leonard Cohen
6. The Unseen (título original), de Roy Jacobsen (finalista do Man Booker International Prize 2017)
7. Pensamentos, de Blaise Pascal (Prefácio de T. S. Eliot)
8. Os Dois Lados, de Gonçalo M. Tavares
9. Os Amigos, de Gonçalo M. Tavares
10. Belos Vencidos, de Leonard Cohen
11. O Jogo Favorito, de Leonard Cohen
12. Sobre Portugal e a Europa — Apontamentos de Economia Política (título provisório), de Vítor Bento
13. Party, de Agustina Bessa-Luís

 

Novembro
1. A Minha Luta: 6, de Karl Ove Knausgård
2. Tchékhov: Uma Vida, de Igor Sukhikh
3. Tess, de Thomas Hardy
4. O Pregador Atormentado, de Thomas Hardy
5. O Livro por Vir, de Maurice Blanchot
6. Correio para Mulheres, de Clarice Lispector
7. Os Sonâmbulos, de Hermann Broch

 

Dezembro
1. Atlas do Corpo e da Imaginação, de Gonçalo M. Tavares

81 Responses to “Planeamento Editorial”

  1. Dulcineide Lopes 27 Junho, 2018 at 22:30 Permalink

    Tess de Thomas Harry em Novembro…!

    Ai que calor Seu Carlos,
    É tempo demais para esperar pelo livro mais aguardado da temporada…
    E meu querido não esquece de fazer uma capa bem maneira.
    Tô aguardado na expectativa.
    Aí meu bem que calor!
    Sua
    Neide

  2. Celia Loureiro 28 Junho, 2018 at 11:41 Permalink

    Bom dia, meus caros.
    Planeiam publicar o E Tudo o Vento Levou? Pulitzer Prize, livro maravilhoso e praticamente extinto em Portugal?

  3. Dulcineide Lopes 30 Junho, 2018 at 17:37 Permalink

    Seu Carlos,
    Gostava de lhe pedir que considerasse, com carinho Os Sete Pilares da Sabedoria e o Casa Grande e Senzala. Também seria muito bom se você visse a qualidade e actualidade do belíssimo Incidente em Antares. Tudo livro bem bom de ler e que num tem.
    Agradeço a consideração,
    Sua
    Neide

  4. Hugo Mendes 1 Julho, 2018 at 9:31 Permalink

    Bom dia,

    Quem vai traduzir Os Sonâmbulos?

  5. DVS 1 Julho, 2018 at 17:52 Permalink

    Boa tarde
    Para quando o Testamento de Donadieu de Simenon?
    DVS

  6. Jaba Tonel 2 Julho, 2018 at 13:38 Permalink

    A questão que coloca a Célia Loureiro é mesmo muito boa. Estive a ver com muita atenção e posso indicar que as boas edições da RdA são insubstituíveis mas ainda encontrará os livros junto do jornal Público. Pode contactar directamente o Jornal ou pedir os dois livros (são dois e dos grossos) no quiosque do público no Colombo. Com os meus comprimentos.

    • Celia Loureiro 5 Julho, 2018 at 8:05 Permalink

      Bom dia, Jaba. Eu tenho o livro, de uma edição muito antiga. Mas acho que é hora de haver uma à altura, e serei a primeira a comprá-la.

  7. Henrique Martins 3 Julho, 2018 at 17:40 Permalink

    Boa tarde.
    Não haverá mais ficção cientifica/literatura fantástica publicada pela RdA até ao final do ano?
    Obrigado.
    Cps.
    Henrique Martins

    • Carlos Vasconcelos 4 Julho, 2018 at 16:59 Permalink

      Estimado Henrique,
      Teremos mais cientifica/literatura fantástica até ao final do ano.

      • Henrique Martins 5 Julho, 2018 at 16:22 Permalink

        Ótimo.
        Se continuar na linha editorial das ultimas obras ( “Quinta Estação” de N. K. Jemisin, é um livro de uma qualidade tremenda!) só posso esperar o melhor da RdA.
        Parabéns, e obrigado por arriscarem e apostarem na qualidade das obras apresentadas.
        Ficamos à espera que divulguem essas obras.

        Cps
        Henrique

  8. Sombra 3 Julho, 2018 at 19:03 Permalink

    Boa tarde,
    Olhando para o vosso planeamento posso deduzir que:
    – os pensamentos de Pascal não sairão?!
    – nada de Dickens?
    – nada do Projecto Shakespeare?
    Hum…

    • Carlos Vasconcelos 4 Julho, 2018 at 16:59 Permalink

      Boa tarde,
      O planeamento editorial que divulgamos contém apenas os destaques e não todos os livros.
      Todos os livros/autores que refere terão livros até ao final do ano.

      • Susana Lopes 13 Julho, 2018 at 14:16 Permalink

        O que irão editar de Shakespeare?

        • Carlos Vasconcelos 13 Julho, 2018 at 14:19 Permalink

          Estimada,
          Em dois ou três dias sairá António e Cleópatra. Iremos publicar depois toda a obra dramática do autor.

          • Sombra 16 Julho, 2018 at 14:31 Permalink

            Pensem na poesia de Shakespeare! Em capa dura, claro. Grato

          • Carlos Vasconcelos 16 Julho, 2018 at 16:46 Permalink

            Boa tarde,
            Agradecemos a sugestão.

  9. Henriques 4 Julho, 2018 at 17:13 Permalink

    Há tempos falava-se de Schopenhauer, e Sartre, não será tempo de voltar a ele e devolver os seus livros às livrarias?

  10. Margarida Velhinho 5 Julho, 2018 at 13:54 Permalink

    A História, de Elsa Morante!!! ? 🙂
    Viva!!! Boa! Boa!
    Obrigada,
    Margarida

  11. João Carlos 6 Julho, 2018 at 12:35 Permalink

    Boa tarde Sr. Carlos

    É apenas para expressar a minha satisfação para com a opção de terem escolhido António Sousa Ribeiro para traduzir Os Sonâmbulos. Espero também que possam introduzir um Prefácio ou uma Introdução à própria obra. Este é o género de conteúdo que falta às publicações portuguesas às grandes obras. Já nem questiono de não existirem edições críticas e anotadas, mas uma Introdução ou um Prefácio já era mais do que hora de se fazer. Então aqui fica o desafio à Relógio d´Água para começar a fazer edições de tradução e simultaneamente críticas. O importante é não só fazer chegar a Grande Literatura à nossa língua, mas como também de criar cada vez melhores leitores.

    Cumprimentos
    JC

  12. Daniel Rio 7 Julho, 2018 at 9:17 Permalink

    Bons dias, alguma previsão para a Farsália de Lucano? E as Odes de Píndaro?

  13. RP 8 Julho, 2018 at 10:12 Permalink

    Pode considerar a possibilidade de editar “Quando Tudo se Desmorona” de Chinua Achebe e o outros livros do autor?

  14. RP 8 Julho, 2018 at 14:42 Permalink

    Podem considerar publicar os livros de Lottie Moggach, designadamente a novela Kiss Me First.

  15. Paulo Mouta 8 Julho, 2018 at 16:00 Permalink

    Mais um livro de um dos melhores escritores de língua portuguesa na actualidade, H. G. Cancela. Excelente. Para além de todas as outras fantásticas escolhas editoriais.

  16. Sombra 8 Julho, 2018 at 22:15 Permalink

    Boa noite,
    Estão a pensar traduzir mais obras de Willa Cather?, Se sim, continuem com esta A Lost Lady. Grato

  17. Sombra 8 Julho, 2018 at 22:19 Permalink

    Boa noite,
    Está nos vossos planos traduzir A dama das camélias de Alexandre Dumas Filho? Grato

  18. Bela 11 Julho, 2018 at 12:55 Permalink

    Boa tarde. Planeiam voltar a publicar Elizabeth Gaskell ou Ford Madox Ford?

  19. Sofia Emília 14 Julho, 2018 at 10:36 Permalink

    Bom dia, ainda tencionam publicar o oitavo volume das obras escolhidas de goethe (poesia) e o sexto volume (obras dramáticas)? Obrigado e continuação de um bom trabalho

  20. H. Martins 20 Julho, 2018 at 11:32 Permalink

    Boa tarde,
    quero aqui recomendar uma trilogia fabulosa ,muito bem escrita e absolutamente original que mistura FC com Policial, e que ganhou quer o Edgar Award quer o Philip K. Dick Award.

    Trata-se da série ” The Last Policeman” de Ben H. Winters.

    Cps
    H. Martins

  21. André Filipe 24 Julho, 2018 at 21:15 Permalink

    Boa-noite! Recentemente, a RdA editou, numa belíssima edição, «Mulheres Excelentes», de Barbara Pym. Sendo esta uma «excelente» autora, mas muito pouco conhecida em Portugal (pelo que sei, há apenas outras duas obras editadas, já antigas e presumo que esgotadas), irá a RdA continuar a publicação de outras obras de Barbara Pym? Quais e para quando? Obrigado, e votos de um continuado sucesso editorial!

  22. Adriano Abreu 24 Julho, 2018 at 23:56 Permalink

    Para quando mais obras de Victor Hugo? Nossa Senhora de Paris??

  23. Susana Lopes 25 Julho, 2018 at 14:44 Permalink

    Boa tarde,

    Três perguntas:
    -Irão editar mais Emily Dickinson?
    – Há já alguma perspectiva de quando editarão «Vilette», de Charlotte Brontë?
    – Irá sair mais alguma coisa de William Shakespeare até ao final do ano?

    Grata.

  24. VF 26 Julho, 2018 at 8:20 Permalink

    Bom dia,

    Haverá lugar a mais obras de Joseph Brodsky?
    Penso, em particular, no livro de ensaios ‘On Grief and Reason’.

    Grato.

  25. Ines Rodrigues 30 Julho, 2018 at 9:14 Permalink

    Equacionar traduzir Clarissa, de Samuel Richardson?

  26. Francisco Aresta 1 Agosto, 2018 at 0:31 Permalink

    Boa noite!
    Gostaria de sugerir aquilo que considero ser uma grande falha do meio editorial português: uma edição cuidada das cartas de Van Gogh ao irmão, senão mesmo da correspondência completa.

    Grato.

  27. André Mendes 1 Agosto, 2018 at 20:57 Permalink

    Boa noite,
    Vão continuar as edições de Henry David Thoreau?

    Cumprimentos.

  28. Luis Dias 2 Agosto, 2018 at 17:09 Permalink

    Estimado editor,

    Alguma previsão, num futuro próximo, em apostar na publicação de obras de divulgação científica?
    Obrigado

  29. Pedro Chambel 3 Agosto, 2018 at 9:01 Permalink

    Gostava de saber se pretendem continuar a editar obras de Juan Carlos Onetti. Seria bem interessante se continuassem.

  30. Sombra 8 Agosto, 2018 at 2:45 Permalink

    Boa noite, estão a pensar reeditar Aulas de Literatura de Vladimir Nabokov? Se sim, quando? Grato

  31. Ana 9 Agosto, 2018 at 13:53 Permalink

    Que tal editarem mais obras de Rodoreda?
    Nomeadamente “O espelho quebrado”?

  32. Sandra Maria Lopes Carvalho 9 Agosto, 2018 at 14:05 Permalink

    O Romance de Genji de Murasaki Shikibu não será finalizado?
    Obrigada.

  33. miguel pedro 10 Agosto, 2018 at 8:49 Permalink

    parabens pela edição da excelente e premiada obra de N K Jemisin. Para quando está planeada a edição dos segundos e terceiros volumes?

  34. Raquel Ribeiro 10 Agosto, 2018 at 19:58 Permalink

    Boa tarde,
    Como funciona quando se pede a reedição de um livro que está fora de stock?
    Obrigado.

  35. André Mendes 11 Agosto, 2018 at 17:34 Permalink

    Boa tarde,
    Planos para editar mais Christopher Clark? Como por exemplo o seu mais recente livro sobre história alemã.
    Na mesma senda, também Timothy Snyder, e o esgotado “Bloodlands”?

    Cumprimentos.

    • Carlos Vasconcelos 13 Agosto, 2018 at 16:48 Permalink

      Estimado,
      Óptimas sugestões.
      De Snyder estamos a considerar publicar mais livros.
      De Clark, poderia dizer-nos de que livro está a falar?

Deixe uma resposta