Promoção!

VIDAS DE RAPARIGAS E MULHERES

19.00 € 17.10 €


Miguel Serras Pereira
9789896414108
288
15,3 x 23,3 cms
Capa Mole
452 gr

O único romance escrito pela vencedora do Nobel da Literatura 2013 — Vidas de Raparigas e Mulheres — é uma obra perspicaz, sincera, «formal, mas não factualmente autobiográfica», que nos conta a vida de uma jovem numa zona rural de Ontário durante os anos 40.
Del Jordan vive no fim da Flats Road, na quinta de criação de raposas do seu pai, onde os seus companheiros são um excêntrico solteiro amigo da família e o seu rude irmão mais novo. Quando Del começa a passar mais tempo na cidade, vê-se rodeada por mulheres: a sua mãe agnóstica, uma mulher teimosa que vende enciclopédias aos agricultores; a inquilina da sua mãe, Fern Dogherty; e a sua melhor amiga, Naomi, com quem partilha as frustrações e as desenfreadas alegrias características da adolescência.
É através destas influências improváveis, e das suas experiências com o sexo, o nascimento e a morte, que Del explora as contradições do que é ser uma mulher. O resultado é uma demonstração poderosa, comovente e repleta de humor da consciência incomparável de uma escritora sobre a vida de raparigas e mulheres.

«Ela faz parte dum punhado de escritores, alguns vivos, outros mortos, que tenho em mente quando digo que a ficção é a minha religião.» [Jonathan Franzen]

«É a escritora mais selvagem que já li. É também a mais delicada, honesta e compreensiva.» [Jeffrey Eugenides]

«Alice Munro tem a capacidade de movimentar personagens no tempo como nenhum outro escritor consegue.» [Julian Barnes]

«Ela é uma escritora de contos que… reimaginou o que um conto poderia ser.» [Lorrie Moore]


O único romance escrito pela vencedora do Nobel da Literatura 2013 — Vidas de Raparigas e Mulheres — é uma obra perspicaz, sincera, «formal, mas não factualmente autobiográfica», que nos conta a vida de uma jovem numa zona rural de Ontário durante os anos 40.
Del Jordan vive no fim da Flats Road, na quinta de criação de raposas do seu pai, onde os seus companheiros são um excêntrico solteiro amigo da família e o seu rude irmão mais novo. Quando Del começa a passar mais tempo na cidade, vê-se rodeada por mulheres: a sua mãe agnóstica, uma mulher teimosa que vende enciclopédias aos agricultores; a inquilina da sua mãe, Fern Dogherty; e a sua melhor amiga, Naomi, com quem partilha as frustrações e as desenfreadas alegrias características da adolescência.
É através destas influências improváveis, e das suas experiências com o sexo, o nascimento e a morte, que Del explora as contradições do que é ser uma mulher. O resultado é uma demonstração poderosa, comovente e repleta de humor da consciência incomparável de uma escritora sobre a vida de raparigas e mulheres.

«Ela faz parte dum punhado de escritores, alguns vivos, outros mortos, que tenho em mente quando digo que a ficção é a minha religião.» [Jonathan Franzen]

«É a escritora mais selvagem que já li. É também a mais delicada, honesta e compreensiva.» [Jeffrey Eugenides]

«Alice Munro tem a capacidade de movimentar personagens no tempo como nenhum outro escritor consegue.» [Julian Barnes]

«Ela é uma escritora de contos que… reimaginou o que um conto poderia ser.» [Lorrie Moore]

REF: 1760067 Categorias: ,