Promoção!

O TÚNEL

13.12 € 11.81 €


Francisco Vale
9789896411015
144
15,3 x 23,3 cms
Capa Mole
268 gr

O Túnel é a única novela escrita pelo argentino Ernesto Sabato e que, conjuntamente com Heróis e Túmulos e Abaddón, o Exterminador e diversos ensaios, o tornaram um dos mais importantes escritores contemporâneos. O Túnel possui uma estrutura policial, tendo em Maria Iribarne uma personagem feita dessa alternância de luz e sombra que acaba por levar o pintor Juan Pablo Castel a assassiná-la, num processo em que os seus actos são analisados até à exaustão.
Livro sobre o amor, O Túnel é também uma obra sobre a criação e o que nela pode haver de obsessivo na ânsia de ultrapassar a solidão. «Existiu uma pessoa que poderia entender-me; mas foi precisamente essa pessoa que matei», diz Juan Pablo que se apaixonara pela mulher que fora capaz de compreender um quadro seu e de quem mais tarde não suportará o abandono.

«Ao ler O Túnel hoje, alguns leitores podem achar a descida de Castel à loucura um excesso romântico. No entanto, o romance de Sabato preserva um poder terrível e memorável.» [New York Times]

«O poder da história de Sabato persiste… capta a intensidade das paixões inserindo-as em passagens inexploradas onde o amor promete, não tranquilidade, mas perigo.» [Los Angeles Times Book Review]

«Impressionante.» [Thomas Mann]

«Admiro a sua dureza e intensidade.» [Albert Camus]


O Túnel é a única novela escrita pelo argentino Ernesto Sabato e que, conjuntamente com Heróis e Túmulos e Abaddón, o Exterminador e diversos ensaios, o tornaram um dos mais importantes escritores contemporâneos. O Túnel possui uma estrutura policial, tendo em Maria Iribarne uma personagem feita dessa alternância de luz e sombra que acaba por levar o pintor Juan Pablo Castel a assassiná-la, num processo em que os seus actos são analisados até à exaustão.
Livro sobre o amor, O Túnel é também uma obra sobre a criação e o que nela pode haver de obsessivo na ânsia de ultrapassar a solidão. «Existiu uma pessoa que poderia entender-me; mas foi precisamente essa pessoa que matei», diz Juan Pablo que se apaixonara pela mulher que fora capaz de compreender um quadro seu e de quem mais tarde não suportará o abandono.

«Ao ler O Túnel hoje, alguns leitores podem achar a descida de Castel à loucura um excesso romântico. No entanto, o romance de Sabato preserva um poder terrível e memorável.» [New York Times]

«O poder da história de Sabato persiste… capta a intensidade das paixões inserindo-as em passagens inexploradas onde o amor promete, não tranquilidade, mas perigo.» [Los Angeles Times Book Review]

«Impressionante.» [Thomas Mann]

«Admiro a sua dureza e intensidade.» [Albert Camus]

REF: 1703029 Categorias: ,