Promoção!

CONTOS DE DAPHNE DU MAURIER

14.13 € 12.72 €


Margarida Periquito
9789896410469
192
13,8 x 21 cms
Capa Mole
300 gr

Este livro reúne os mais importantes contos que Daphne du Maurier publicou em vida (“Não olhes agora”, “Um Caso Limite”, “ Os Pássaros” e “O Velho”). Acrescentou-se ainda o inédito “E as Cartas Dele Tornaram-se Mais Frias”.

Em “Não Olhes Agora”, John e Laura encontram-se de férias em Veneza para fugir da dor causada pela morte da sua filha mais nova. Conhecem duas mulheres idosas, uma das quais pretende ter intuições mediúnicas. Em vez de se libertarem dos fantasmas do passado vêem-se envolvidos numa série de inquietantes acontecimentos.

A ideia para “Os Pássaros” surgiu a Daphne du Maurier um dia quando passeava pela quinta de Menabilly Barton, onde avistou um grupo de gaivotas voando em círculos por cima de um agricultor que lavrava o campo. Surge-lhe então a ideia de os pássaros se tornarem agressivos e de o atacarem. Na sua história, os pássaros tornam-se hostis após um Inverno rigoroso com pouca comida. Primeiro as gaivotas, depois as aves de rapina e, ainda, os pássaros mais pequenos revoltam-se contra os homens. Esta visão de pesa-delo atraiu Hitchcock que transformou a história em filme.

Daphne du Maurier (1907-1989) nasceu em Londres e estudou em casa com as suas irmãs e mais tarde em Paris. Aos vinte e um anos, começou a escrever contos e artigos. Em 1931 editou o seu primeiro romance, The Loving Spirit. Publicou ainda Rebecca (1938), Frenchman’s Creek (1941), Hungry Hill (1943), My Cousin Rachel (1951), Mary Anne (1954), The Scapegoat (1957), The Glass-Blowers (1963), The Flight of the Falcon (1965) e The House on the Strand (1969).

Escreveu ainda uma série de antologias de contos, entre eles Come Wind, Come Weather (1941), Kiss Me Again, Stranger (1952), The Breaking Point (1959), Not After Midnight (1971), Don’t Look Now and Other Stories (1971), The Rendez-vous and Other Stories (1980) e duas peças, The Years Between (1945) e September Tales (1948).

Em 2006 foi descoberto um conto inédito, “And His Letters Grew Colder”, provavelmente escrito nos anos 20.


Este livro reúne os mais importantes contos que Daphne du Maurier publicou em vida (“Não olhes agora”, “Um Caso Limite”, “ Os Pássaros” e “O Velho”). Acrescentou-se ainda o inédito “E as Cartas Dele Tornaram-se Mais Frias”.

Em “Não Olhes Agora”, John e Laura encontram-se de férias em Veneza para fugir da dor causada pela morte da sua filha mais nova. Conhecem duas mulheres idosas, uma das quais pretende ter intuições mediúnicas. Em vez de se libertarem dos fantasmas do passado vêem-se envolvidos numa série de inquietantes acontecimentos.

A ideia para “Os Pássaros” surgiu a Daphne du Maurier um dia quando passeava pela quinta de Menabilly Barton, onde avistou um grupo de gaivotas voando em círculos por cima de um agricultor que lavrava o campo. Surge-lhe então a ideia de os pássaros se tornarem agressivos e de o atacarem. Na sua história, os pássaros tornam-se hostis após um Inverno rigoroso com pouca comida. Primeiro as gaivotas, depois as aves de rapina e, ainda, os pássaros mais pequenos revoltam-se contra os homens. Esta visão de pesa-delo atraiu Hitchcock que transformou a história em filme.

Daphne du Maurier (1907-1989) nasceu em Londres e estudou em casa com as suas irmãs e mais tarde em Paris. Aos vinte e um anos, começou a escrever contos e artigos. Em 1931 editou o seu primeiro romance, The Loving Spirit. Publicou ainda Rebecca (1938), Frenchman’s Creek (1941), Hungry Hill (1943), My Cousin Rachel (1951), Mary Anne (1954), The Scapegoat (1957), The Glass-Blowers (1963), The Flight of the Falcon (1965) e The House on the Strand (1969).

Escreveu ainda uma série de antologias de contos, entre eles Come Wind, Come Weather (1941), Kiss Me Again, Stranger (1952), The Breaking Point (1959), Not After Midnight (1971), Don’t Look Now and Other Stories (1971), The Rendez-vous and Other Stories (1980) e duas peças, The Years Between (1945) e September Tales (1948).

Em 2006 foi descoberto um conto inédito, “And His Letters Grew Colder”, provavelmente escrito nos anos 20.

REF: 1747013 Categoria: